Partilha Nossa Página no Facebook Canal 82 | Agência de Notícias

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Prodigio desmente ´´beef´´ com Projecto X



Nesta terça-feira (24), o rapper Prodígio, usou as redes sócias para contrariar os rumores de suposto “beef”, que tem circulado a internet de que teria um suposto desentendimento com membros do Projecto X.

O autor de “No Facebook”, falou em descrição na  foto que serviu de motivo para o aviso que o único problema que ele tem é o seu amigo e colega, o rapper Monsta e que os outros que pensam ter um “beef” com ele, apenas estão iludidos.

Assim, Prodígio mostrou-se indiferente aos rumores de suposto desentendimento entre o grupo “Projecto X” , composto Vui Vui e Kadaff (dos Kalibrados), Sandocam e Man Killa ( da Army Music) e a “Força Suprema” constituído por Nga, Prodígio, Don G, Masta, Monsta e Deezy.

AR

Tag: Prodigio x Sandokan Força Suprema X Projecto X Beef

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Telma Lee acusa Platina Line


Telma Lee acusa Platina Line de tentar ofuscar a sua imagem


A artista angolana, Telma Lee, que actuou este sábado (21), na discoteca Luanda, em Lisboa, juntamente com o músico Neru Americano, emitiu um desabafo acusando o site Platina Line de tentar ofuscar a sua imagem, em benefício de Neru Americano.

Telma Lee recordou um episódio semelhante ocorrido há cerca de dois anos atrás, quando a Platina Line divulgou imagens da actuação da dupla B4 (Big Nelo e C4 Pedro) com frases como “B4 lotam concerto em Portugal”, quando na verdade, Anselmo Ralph era o cabeça de cartaz do evento.
Na altura, o assunto gerou bastante polémica e levou a que algumas  figuras públicas angolanas ligadas à música e organização de eventos acusassem o site de favorecer determinados artistas angolanos e promover a desunião entre os músicos.
Tag: PLatina Line x Telma Lee, Telma Lee x Platina Line, Telma Lee Acusa Platina Line.

Girabola: Maiores Marcadores da História do Girabola


Na lista dos maiores marcadores do Girabola, às portas da 39ª edição, fazem história João Machado, ao serviço dos Diabos Verdes, por ter sido o primeiro artilheiro da prova (18 golos). O atual treinador do ASA apontou na altura 18 golos.
Mas as maiores honras vão para Carlos Alves (1º de Agosto), que é o detentor do recorde de golos numa época: 29, em 1980.
Destaque também para Gelson (1º de Agosto) com 23 golos em 2016 e Jesus (Petro de Luanda) com 21 golos em 1982, e 22 tentos em 1984.
As épocas mais “magras” do Girabola foram em 1997, em que o melhor foi Zé Neli (Petro do Huambo) com 12 golos, os mesmos que André (Interclube) em 2003. A pobreza é extensiva a Yano (Progresso do Sambizanga), com 13 golos em 2015.
Lista de goleadores
1979 - João Machado (Diabos Verdes) com 18 golos
1980 - Carlos Alves (1º de Agosto) com 29 golos
1981 – Maluca (1º de Maio) com 20 golos
1982 – Jesus (Petro de Luanda) com 21 golos
1983 – Maluca (1º de Maio) com 17 golos
1984 – Jesus (Petro de Luanda) com 22 golos
1985 – Jesus (Petro de Luanda) com 19 golos
1986 – Túbia (Interclube) com 20 golos
1987 – Mavó (Ferroviário Huíla) com 20 golos
1988 – Manuel (1º de Agosto) com 16 golos
1989 – André (Desportivo da Cuca) com 18 golos
1990 – Mona (Petro de Luanda) com 17 golos
1991 - Amaral Aleixo (Sagrada Esperança) com 23 golos
1992 - Amaral Aleixo, do Petro de Luanda com 20 golos
1993 – Serginho (Desportivo da Eka) com 14 golos
1994 – Kabongo (Sonangol do Namibe) com 16 golos
1995 – Serginho (Desportivo da Eka) com 19 golos
1996 - César Caná (Académica do Lobito) com 15 golos
1997 - Zé Neli (Petro do Huambo) com 12 golos
1998 – Betinho (Petro de Luanda) com 14 golos
1999 – Isaac (1º de Agosto) com 16 golos e Avelino Lopes (Petro do Huambo) também com 16 golos. Isaac ficou com o trofeu no critério de desempate tendo em conta o tempo de jogo
2000 – Blanchard (Benfica Luanda) com 19 golos
2001 – Flávio (Petro de Luanda) com 23 golos
2002 – Flávio (Petro de Luanda) e Lóló (1º de Agosto) com 16 golos. Flávio ficou com o trofeu por ter jogado menos tempo
2003 – André (Interclube) com 12 golos
2004 - Love, Kabungula (ASA) com 17 golos
2005 - Love Kabungula (ASA) com 13 golos
2006 - Manucho Gonçalves (Petro de Luanda) com 16 golos
2007 - Manucho Gonçalves (Petro de Luanda) com 15 golos
2008 – Santana (Petro de Luanda) com 20 golos
2009 – David (Petro de Luanda) com 19 golos
2010 - Daniel Mpelempele (Kabuscorp) e Love Kabungula (1º de Agosto) com 14 golos. Mpelempele foi declarado o melhor marcador pela FAF
2011 - Love Kabungula (Petro de Luanda) com 20 golos
2012 – Yano (Progresso do Sambizanga) com 14 golos
2013 – Meyong (Kabuscorp) com 20 golos
2014 – Meyong (Kabuscorp) com 17 golos
2015 – Yano (Progresso do Sambizanga) e Meyong (Kabuscorp do Palanca) com 13 golos. O primeiro ficou com o título por ter tido menos tempo de jogo.
2016 – Gelson (1º de Agosto) com 23 golos
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Benfica de Luanda não vai participar no Girabola 2017


O Benfica de Luanda decidiu suspender, a partir deste ano, a sua participação no campeonato nacional de futebol da primeira divisão, Girabola, soube hoje a Angop, nesta cidade.
De acordo com o seu responsável pela área de comunicação, Sanção Salomão, a decisão resultou de encontros da direção, realizados a semana passada, e a mesma foi já dada a conhecer à Federação Angolana de Futebol (FAF) e à associação provincial da modalidade, das quais ainda não obteve resposta.
“O Benfica de Luanda por reunião da sua direção decidiu suspender temporariamente a sua participação no campeonato sénior, a partir deste ano, por uma questão estratégica da direção”, disse.
Referiu que, após aturada ponderação, a direção entendeu ser preferível dedicar todos seus recursos financeiros, humanos e logísticos às camadas de formação, porque considera que deve haver uma mudança urgente no atual panorama do futebol nacional.
Na sua opinião, a decisão é acertada, na medida em que vai permitir evitar gastos desnecessários ligados à contratação de jogadores e iniciar uma temporada para depois a meio do campeonato correr o risco de ter que desistir, o que não é correto. No entanto, adiantou não se tratar de uma desistência pelo facto de não ter iniciado ainda a época.
O Benfica de Luanda estreou-se no campeonato angolano da primeira divisão, Girabola, em 1998, ano em que ocupou a quarta posição, mas a sua melhor classificação na prova foi em 2009 quando ascendeu ao pódio no terceiro lugar.
No Girabola 2016 obteve a sexta posição com 44 pontos.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Trump rasga acordo comercial com Ásia



Presidente norte-americano assinou uma ordem executiva que determina a saída dos EUA do acordo Trans-Pacífico, um dos legados de Obama nas relações comerciais com os países asiáticos.

No primeiro dia útil como Presidente dos EUA, Donald Trump começou a desmanchar a marca que Barack Obama tinha deixado em Washington (em rigor, esse trabalho começou no primeiro passe para o corte com o ObamaCare, dado logo em dia de posse). Esta segunda-feira, Trump assinou uma ordem executiva que anula o acordo comercial entre os EUA e mais de uma dezena de países asiáticos. “Temos vindo a falar disto há muito tempo”, disse o líder norte-americano ao assinar o documento.
Rasgar o acordo Transpacífico com os parceiros asiáticos será o primeiro passo de Trump para concretizar a ideia em que assentou a sua campanha: “Tornar a América grandiosa de novo”. O documento foi negociado pela administração Obama e era considerada a pedra angular do ex-presidente para as relações com a Ásia, apesar de nunca ter conseguido a aprovação do Congresso norte-americano e não ter, por isso, um efeito imediato nas relações económicas entre os EUA e os países daquela região.
Mas é um sinal de que a retórica de Trump durante a campanha eleitoral vai ser cumprida, agora que o milionário do imobiliário se senta na Sala Oval. “Acredito que o Presidente Trump compreende a importância do comércio livre e justo, por isso gostaria de compreender que entendesse a importância estratégia e económica do acordo comercial trans-pacífico”, disse o primeiro-ministro japonês na câmara baixa nipónica, citado pela CNN. “Quando nos encontrámos pela última vez, fiquei com a sensação de que é de confiança, e esta crença não mudou” hoje”, referiu Shinzo Abe.
Como o Observador explicou em dezembro, o facto de o acordo Transpacífico ficar a meio caminho e não chegar a ser aplicado vai deixar os EUA perante um vazio, quer em termos económicos quer quanto à sua segurança. Na prática, a retirada dos Estados Unidos terá como consequência uma menor capacidade de influência diplomática, deixando a porta entreaberta a que Pequim ocupe esse espaço.

Trump proíbe financiamento público de ONG’s que promovam o aborto



O Presidente norte-americano assinou esta segunda-feira uma ordem que congela a transferência de fundos públicos para ONG's internacionais que promovam o aborto como solução de planeamento familiar.

O novo Presidente dos Estados Unidos, Donald J. Trump, assinou esta segunda-feira uma decreto que proíbe o financiamento público de organizações não governamentais (ONG’s) internacionais que realizem abortos ou que promovam o aborto como solução de planeamento familiar.
O congelamento de financiamento público de ONG’s internacionais que promovem estas políticas de planeamento familiar é uma questão que acompanha há mais de três décadas a política norte-americana. Ronald Reagan, republicano e Presidente dos Estados Unidos entre 1981 e 1989, foi o primeiro a fazê-lo, em 1984. Daí para cá, todos os chefes de Estado eleitos pelo Partido Republicano têm repetido a decisão de Reagan, ao passo que os congéneres democratas têm autorizado esse financiamento, como explica o The New York Times.
Esta medida terá um impacto profundo nas ONG’s internacionais que trabalham em países pobres: na prática, estas organizações terão de decidir entre garantir um apoio financeiro importante ou assegurar uma política de planeamento familiar que oferece, entre outras soluções, o aborto seguro como hipótese. O congelamento do financiamento público afetará também os grupos de pressão que tentam trabalhar junto dos Governos estrangeiros no sentido da despenalização do aborto.
Não sendo inédita, a decisão de Donald Trump não deixa de ser significativa: de acordo com dados da ONU, citados pelo jornal norte-americano, os Estados Unidos são o maior financiador do mundo em matéria de serviços de saúde reprodutiva noutros países. Um congelamento dos fundos atribuídos vai significar, muito provavelmente, uma diminuição da oferta de serviços de saúde para mulheres e crianças em alguns dos países mais pobres do mundo.
A iniciativa de Donald Trump está a ser interpretada de forma bidimensional:
  • por um lado, escreve o The New York Times, é uma forma de satisfazer os grupos de pressão anti-aborto dentro de portas;
  • por outro lado, pode ser uma forma de desafiar as organizações pela defesa dos direitos das mulheres que se têm batido nas ruas contra aquilo que consideram ser os atos de violência praticados por Trump contra o género feminino.
De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), por ano, são realizados cerca de 22 milhões de abortos inseguros ou clandestinos em todo o mundo. A OMS calcula que, todos os anos, morrem 47 mil mulheres vítimas de complicações diretamente causadas por interrupções da gravidez feitas de forma pouco segura.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Casa Branca já não tem página da internet em espanhol



A versão em espanhol da página da Casa Branca foi criada nos primeiros meses da administração de Barack Obama. O Governo de Trump também encerra páginas da Casa Branca em espanhol nas redes sociais.

A versão em espanhol da página ‘web’ da Casa Branca desapareceu da internet pouco depois de o novo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter sido investido no cargo.
Agora, quando se tenta aceder à páginahttp://www.whitehouse.gov/espanol, encontra-se a mensagem “Lamentamos, a página que procura já não existe”.
A versão em espanhol dessa página foi pela primeira vez criada nos meses seguintes à chegada ao poder do agora ex-presidente Barack Obama, e até alguns dias antes da tomada de posse de Trump tinha um ‘blog’ dedicado a temas de interesse da comunidade hispânica.
O novo Governo Trump, no qual não há qualquer latino em cargos de responsabilidade, ordenou também o encerramento de outros instrumentos de comunicação em espanhol, como a conta @LaCasaBlanca, na rede social Twitter, e uma página do Facebook.
Desde a chegada do novo chefe de Estado à Casa Branca, ainda não foi nomeado um responsável de imprensa para os ‘media’ hispânicos, um cargo até à data ocupado pelo jornalista Luís Miranda.
Dias antes da sua investidura, na passada sexta-feira, Trump terminou de anunciar os nomes de todos os membros do seu executivo, a maioria dos quais ainda deve ser confirmada pelo Senado e entre os quais não há hispânicos.
Já durante a campanha eleitoral, o magnata nova-iorquino do imobiliário protagonizou vários momentos polémicos, fazendo críticas ao uso da língua espanhola nos Estados Unidos, um país onde mais de 55 milhões de pessoas são falantes dessa língua.
Em setembro de 2015, Trump aproveitou um ato público realizado em Miami, na Florida, para criticar Jeb Bush, ex-governador daquele estado norte-americano, dizendo que até gostava do político republicano mas que ele deveria “dar o exemplo e falar inglês quando está nos Estados Unidos”.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Angola precisa de 19,6 mil milhões de euros para financiar Orçamento de 2017



O Estado angolano precisa de captar 3,5 biliões de kwanzas (19,6 mil milhões de euros) em endividamento no mercado interno este ano, através dos bancos e com a entrada de fundos.

O Estado angolano precisa de captar 3,5 biliões de kwanzas (19,6 mil milhões de euros) em endividamento no mercado interno este ano, através dos bancos e com a entrada de fundos, admitindo uma descida nas taxas de juro.
O anúncio foi prestado esta segunda-feira pelo diretor da Unidade de Gestão da Dívida (UGD), Osvaldo João, após a apresentação, em Luanda, do Plano Anual de Endividamento do Estado angolano, que prevê para este ano necessidades brutas de financiamento no mercado na ordem dos 4,667 biliões de kwanzas (26,4 mil milhões de euros), nomeadamente para financiar o Orçamento Geral do Estado (OGE), que volta a ser deficitário em 2017.
“A banca nacional será fundamental para o alcance desse objetivo, visto que 75% [do endividamento] virá do mercado interno e a maior parte será precisamente por via de emissão de Títulos do Tesouro. E os maiores detentores de Títulos de Tesouro são os bancos. Ao longo do ano haverá também um grande nível de amortização de dívida, logo os bancos terão claramente grande possibilidade de renovarem os títulos que têm em carteira”, explicou Osvaldo João.
Deste plano de endividamento, o diretor da UGD refere que o financiamento líquido para o Estado será na ordem dos 1,087 biliões de kwanzas (6,6 mil milhões de euros), sendo o restante para amortizações de dívida a realizar durante o ano.
“O nosso pressuposto é exatamente esse: Acreditamos que a banca nacional, ao receber as amortizações que serão feitas pelo Tesouro, irá participar na captação de dívidas novas”, enfatizou o responsável, acrescentando que 2017 será também um ano de “alargamento da base de investidores” a nível interno, para além dos bancos, como até agora.
Nomeadamente a outras instituições “com poupanças acumuladas” e que poderão entrar no mercado de leilões: “Estamos a falar dos fundos de pensões, das seguradoras e de outros fundos. Acreditamos que estes fundos serão fundamentais para o alcance do objetivo que nós estipulamos no plano anual de endividamento”, disse.
No mercado interno, só com Bilhetes de Tesouro o Estado angolano prevê emitir dívida no valor de 1,568 biliões de kwanzas (8,8 mil milhões de euros), a várias maturidades, enquanto para Obrigações do Tesouro estão previstos 1,803 biliões de kwanzas (10,1 mil milhões de euros) e em contratos mútuos com os bancos 122,7 mil milhões de kwanzas (690 milhões de euros).
O Estado angolano terminou 2016 a emitir Bilhetes de Tesouro com taxas de juro de 24% a um ano, ainda assim distante dos 42% de taxa de inflação oficial verificada entre janeiro e dezembro, segundo o Instituto Nacional de Estatística.
Taxas de juro que o diretor da UGD admite que venham a descer substancialmente em 2017, em função da previsão inscrita no OGE, de quebra na inflação até aos 15,8%, entre janeiro e dezembro.
“As taxas de juro são um bocadinho em função do ambiente macroeconómico. Ao nível do OGE prevemos estabilidade macroeconómica, estabilidade de preços. E por isso nós acreditamos que as taxas de juro irão seguir essa estabilidade. Taxas compatíveis com a estabilidade de preços, compatíveis com as taxas de inflação que foram anunciadas ao nível do OGE”, concluiu.
O endividamento público de Angola (excetuando a dívida contraída pelas empresas do Estado) deverá, na previsão do Governo, chegar ao equivalente a 53,29% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, um máximo histórico, quando em 2011 rondava os 20%.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Angola não cresceu quase nada em 2016



A economia angolana deverá ter crescido apenas 0,1% em 2016, mas o défice orçamental foi menor do que o programado, segundo dados preliminares do Governo.

A economia angolana deverá ter registado um crescimento de apenas 0,1% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016, mas o défice orçamental foi menor do que o programado, segundo dados preliminares do Governo tornados públicos esta segunda-feira, em Luanda. Na revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2016, realizada em setembro devido à forte quebra das receitas com a exportação de petróleo no primeiro semestre, o Governo angolano tinha revisto em baixa a previsão do crescimento real da economia de 3,3 para 1,1% do PIB.
Contudo, durante a apresentação do Plano Anual de Endividamento do Estado angolano para 2017, o diretor do Gabinete de Estudos e Relações Internacionais do Ministério das Finanças, Patrício Neto, avançou com dados preliminares das contas públicas de 2016 que apontam para um crescimento económico real de apenas 0,1%. Em contrapartida, o défice das contas públicas terá ficado nos 2,3% do PIB, quando na versão do OGE revista em setembro de 2016 a previsão do Governo era de 6,8%, acima dos 5,5% anteriores. O aumento foi então justificado com a necessidade de um “impulso de reanimação” à economia, por via do investimento público, “que tem sido o motor do crescimento pelo lado da procura”.
Patrício Neto esclareceu à Lusa que estes são números ainda preliminares, já que as contas do quarto trimestre de 2016 ainda não estão fechadas. Além disso, outro dos indicadores governamentais aponta para o fecho de 2016 com um montante de reservas internacionais líquidas na ordem dos 22 mil milhões de dólares (20,6 mil milhões de euros), suficiente para cobrir 8,1 meses de importações.
O Plano Anual de Endividamento do Estado angolano prevê para 2017 necessidades brutas de financiamento no mercado na ordem dos 4,667 biliões de kwanzas (26,4 mil milhões de euros), sendo 75% deste total para angariar no mercado interno. O grosso deste montante será para reembolsos, já que as necessidades líquidas de financiamento para 2017 rondam, também segundo os números hoje divulgados pelo diretor da Unidade de Gestão da Dívida (UGD), os 1,087 biliões de kwanzas (6,6 mil milhões de euros).
Segundo Osvaldo João, o nível do endividamento do Estado angolano (excluindo empresas públicas), deverá subir dos 52,47 do PIB em 2016 para 53,29% este ano, “abaixo do referencial” dos 60% estabelecidos em termos legais. O Governo angolano prevê, no OGE para 2017, um défice orçamental de 5,8% do PIB, no valor de 1,139 biliões de kwanzas (6,4 mil milhões de euros) e um crescimento económico de 2,1%.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Isaías Samakuva: Angola ainda está “longe ser uma democracia autêntica”



O presidente da União Nacional para Independência Total de Angola (UNITA), Isaías Samakuva, afirmou que ao fim de quase 15 anos de paz em Angola, o país "está longe" de ser uma "democracia autêntica".

O presidente da União Nacional para Independência Total de Angola (UNITA), Isaías Samakuva, afimou esta segunda-feira que ao fim de quase 15 anos de paz em Angola, o país “está longe” de ser uma “democracia autêntica”.
“Avançamos muito menos do que os tempos permitem. Estamos ainda distantes da instauração institucional e da prática dos requisitos mínimos de uma democracia autêntica”, afirmou Isaías Samakuva, na abertura das VI jornadas parlamentares da UNITA, que arrancaram esta segunda-feira em Luanda, as últimas antes das eleições gerais de agosto.
O líder da UNITA apontou que em Angola ainda se registam “atos violentos resultantes da não-aceitação das opções políticas dos outros”, apesar do fim da guerra civil, em abril de 2002.
“Como povo, ainda não conseguimos assegurar bem a continuidade e o hábito das formas de convivência política”, admitiu o líder do maior partido da oposição angolana, sublinhando ser necessária uma “grandeza patriótica” para preservar a paz no país.
“Os nossos netos e bisnetos, reconciliados com a paz e a democracia, reterão do período da guerra entre irmãos apenas uma pálida e vaga ideia daqueles tempos obscuros da nossa história”, disse Samakuva.
Num olhar a atual situação socioeconómica do país, o presidente da UNITA considerou que a governação angolana preocupou-se sobretudo em controlar a economia do país, retirando proveito dos cargos públicos.
“Ao invés de realizar a missão que a nação que lhes confiou, os órgãos de governação e o grupo social que os controla resolveram utilizar os lugares que ocupam para engendrar esquemas sofisticados de desvios de erário público constituindo cartéis para controlar a economia”, acusou.
Estas jornadas parlamentares da UNITA tiveram início esta segunda-feira e decorrem até quarta-feira, sob o lema “Pela cidadania, transparência e boa governação”.
“O compromisso da UNITA com a paz e a democracia é irrenunciável e irreversível, vamos resistir por todos os meios democráticos e pacíficos a todas as manobras e artifícios que visam mascarar, corromper ou destruir a democracia. Vamos denunciar a subversão e a corrupção políticas”, concluiu Isaías Samakuva.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Banco Nacional de Angola espera assistência norte-americana para voltar a ter dólares



O Banco Nacional de Angola (BNA) conta receber este ano assistência técnica norte-americana, para recuperar a confiança do sistema financeiro internacional e o acesso a dólares.

O Banco Nacional de Angola (BNA) conta receber este ano assistência técnica norte-americana, ao nível da supervisão bancária e prevenção do branqueamento de capitais, para recuperar a confiança do sistema financeiro internacional e o acesso a dólares.
A informação foi transmitida esta terça-feira pelo governador do BNA, Valter Filipe, em Luanda, durante o ato que assinalou os 40 anos da entrada em circulação do kwanza, que em 1977 substituiu o escudo português, tendo afirmado que só com assistência desta natureza será possível aos bancos comerciais angolanos “resgatar a reputação para com os bancos correspondentes” e com isso a acesso a divisas.
“Nós estivemos em outubro nos Estados Unidos da América e conversámos com essas entidades, recomendaram algumas ações a nível de Angola, estamos a trabalhar nesta intenção e o contacto que temos estado a ter leva-nos a crer que este ano vamos ter assistência do Tesouro americano”, disse o governador do BNA.
Explicou tratar-se de uma assistência do ponto de vista da “formação e da melhoria dos níveis de trabalho”, quer a nível da supervisão bancária no banco central “quer a nível da prevenção de branqueamento de capitas” da Unidade de Informação Bancária.
No cenário atual, sem acordos com bancos correspondentes internacionais devido às dúvidas sobre o cumprimento de regras internacionais por Angola, os bancos comerciais do país apenas conseguem comprar divisas ao BNA, agravando a crise financeira e económica decorrente da quebra nas receitas fiscais com a exportação de petróleo.
“Os nossos bancos comerciais, em função dos riscos de reputação do nosso país e dos bancos em particular, perderam a relação que tinham com os grandes bancos correspondentes”, admitiu Valter Filipe, na mesma cerimónia.
Para o governador, com eventuais acordos de assistência técnica exterior, “o receio que os bancos correspondentes têm vai imediatamente diminuir” e “haverá aqui um sinal de confiança do sistema bancário angolano”.
Restabelecer as operações em dólares com os bancos correspondentes é um dos desafios definidos pelo BNA para este ano.
Desafios que resultam do facto “de haver uma perceção das autoridades norte-americanas e europeias”, nomeadamente “as autoridades bancárias”, de que as instituições angolanas e “concretamente o sistema bancário” angolano “não faz um combate sério e ativo” às questões ligadas ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo.
“Daí a necessidade do reforço da supervisão bancária do Banco Nacional de Angola”, concluiu.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

No Parlamento belga é permitido cnsumir cerveja


Parlamento belga disponibiliza cerveja e vinho gratuito desde finais dos anos 90 e, apesar de recomendação da comissão de ética, deputados recusaram esta semana acabar com gratuitidade.

Desde os anos 1990 que o Parlamento belga disponibiliza, nas suas instalações, cerveja e vinho grátis aos deputados. Na semana passada, contudo, foi votada uma norma para proibir esta benesse na sequência de uma recomendação feita pela comissão parlamentar de ética que apontava nesse sentido. Só que a recomendação não foi ouvida e, na hora de votar, os deputados votaram maioritariamente contra a proposta de acabar com o álcool grátis naquele órgão de soberania.
Em causa está o facto de no final da década de 90 o Parlamento ter implementado o conceito de “álcool grátis” dentro de portas para evitar que os deputados saíssem no decorrer das longas noites de debate parlamentar que marcaram o período de crise política que o país viveu naquela altura.
Mais de duas décadas depois, um incidente em setembro passado levou o Parlamento a repensar a norma. Um deputado foi acusado de fazer comentários expressamente racistas durante um debate parlamentar e o porta-voz da Assembleia, Siegfried Bracke, pediu, na sequência disso, à comissão parlamentar de ética que investigasse as práticas dos parlamentares. Foi o que a comissão fez e a conclusão a que chegou foi de que proibir a gratuitidade daquelas bebidas contribuiria para “elevar a qualidade do debate”.
“Alguns deputados tendem a tornar-se desagradáveis se beberem”, disse Danny Pieters, presidente do comité de ética, que ressalvou no relatório que bebidas com álcool a custo zero não é prática normal nos restantes locais de trabalho. Apesar das recomendações, contudo, os deputados discutiram o tema e a conclusão foi de que o problema era “não existente”. Ou seja, as bebidas podiam permanecer gratuitas.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

Empresários de Angola e Portugal reúnem-se em Luanda


O Fórum Empresarial Angola-Portugal, que decorre esta terça-feira em Luanda, vai servir para “contrariar algum clima de pessimismo que tem existido sobre o mercado angolano”, disse à Lusa o presidente da AEP – Associação Empresarial de Portugal.
“O objetivo é contrariar algum clima de pessimismo que tem existido sobre o mercado angolano, consubstanciado nos dados concretos das trocas comerciais e outros problemas que surgiram”, disse Paulo Nunes de Almeida à Lusa.
A AEP leva 17 empresas portuguesas para um conjunto de reuniões e mostras de produtos e serviços nacionais em Luanda; “tendo em conta que das 17 empresas que integram a comitiva, 70% já estão a desenvolver operações no mercado angolano, o Fórum irá ter como foco principal as parcerias entre as empresas angolanas e portuguesas na diversificação da economia de Angola”, referiu a AEP.
“Temos a expetativa que 2017 possa ser já um ano de relançamento da economia angolana, primeiro pelos ajustamentos internos, e depois porque tem havido nos últimos meses uma retoma do preço do petróleo, ainda longe do desejável para o país, mas melhor do que antes”, continuou o empresário.
O saldo favorável a Portugal relativamente às trocas comerciais com Angola desceu 34,4% entre janeiro e novembro, para 1,34 mil milhões de euros, devido à queda de 30,5% nas exportações nacionais. De acordo com os mais recentes dados da Agência para o Investimento Comércio Externo de Portugal (AICEP), a que a Lusa teve acesso, as exportações de Portugal para Angola passaram de 3,2 mil milhões de euros, de janeiro a novembro de 2015, para 2,2 mil milhões nos primeiros onze meses do ano passado.
Os números da AICEP mostram também uma redução significativa nas importações portuguesas, de 23,9%, tendo caído de 1,2 mil milhões de euros para 919 milhões no mesmo período, mas em valor absoluto é na queda das exportações que reside a principal razão para a degradação do saldo da balança comercial, que se mantém, ainda assim, positiva para Portugal.

Manual dos Cursos Preparatórios | Baixar-PDF








Baixar Grátis:

Scribd:



PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

______


Palavra passe: Manual do curso preparatório, curso preparatório Luanda, curso preparatória Angola, Curso Preparatório Filosofia, Sociologia, Economia, Direito, Geografia, Curso Preparatório Grátis Angola, Manual do Cursos Preparatório Gratuito angola, cursos preparatórios em Luanda e em casa, Manual para Concursos Vestibular, Manual dos Cursos Preparatórios de Ciências sociais e Humanas, Matéria do Curso Preparatório em Ciências Sociais e Humanas em Luanda, Augusto Kengue Campos Manuais do Curso Preparatório, Curso de Preparação Para Ingresso ao Ensino Superior, Baixar Manual do Curso Preparatório para as Faculdades em Luanda, Dowload Manual do Curso Preparatório de Ingresso aos Curso de Ciências Sociais e Humanas, Geografia, Direito, Línguas e Literaturas, Sociologia, Filosofia, Economia, dicas para fazer um bom exame, Manual de Exame para as Faculdades, Curso Preparatório em Casa, Curso Preparatório em Luanda, Curso Preparatório em Benguela, Curso Preparatório em Cabinda, Curso Preparatório Huila, Lubango, Universidades e Faculdades em Angola, Livros e Manuais de Augusto Kengue Campos, Manual de Sociologia PDF, Manual de Psicologia, Manual de Filosofia PDF, Manuel de Direito PDF, Manual  de Economia, Manual de Geografia Humana.

Pensamentos de Augusto Kengue Campos | 24/01/2017






Pensamentos de Augusto Kengue Campos | 24/01/2017


´´Em Angola, construímos INSTITUTOS DE GUERRA e nos esquecemos de construir INSTITUTOS DE MANUTENÇÃO DA PAZ, AMOR E HARMONIA.´´


´´Além de governantes, muitos líderes africanos são governados e, obrigados a defender interesses de povos alheios. Isto faz deles uma pulga presa no poder.´´

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...



Tag: Frases Bonitas de Motivação, Frases Amorosas, Frases de Motivação e Incentivo, Frases Bonitas para Mensagem e Telefone, Frases Bonitas Português, Frases do Escritor Augusto Kengue Campos A.k. Campos, Frases de Escritores angolanos, Escritores angolanos frases, Versos Bonitos em Portuges, Versos Bonitos em Portuges, Frases, Frases bonitas. Mensagens de Fim de ano, Mensagens amorosas, Mensagens amorosas, baixar Mensagens Bonitas, mensagens de Insentivi, Mensagens de Moticação. Mensagens Bonitas 2016,. 2017, 2018, 2019, 2020, Novas mensagens bonitas actualizadas, mensagens de escritores. Tag: Augusto Kengue Campos | O Mistério das Religiões Baixar Livro | Baixar Livro de Augusto Kengue Campos O Mistério das Religiõs | Livro Sobre Religião | A Batalha das Cruzadas | Baixar Livros Misteriosos | Download Book Free | O Que é e Religião |  Islamisco | Satanismo | Feiticismo | O As Mentiras da Biblia Sagrada | Lista de Suras e Capitulos do Alcorão | Baixar Biblia Sagrada Gratis | Baixatr Al Coã Gratis | Baixar A Torá Gratis | Bair Matéria RTeligiosa | Baixar Livros academicos gratis | Baixar Livros Gratis de Escritores angolanos | Escritores angolanos lista completa | Quem é Augusto Kangue Campos | Livros de Augusto Kengue Campos Baicxar Grátis | O livro mai misterioso do mundo | o livro mais lido em angola | Livros Gratis 2015 | O Livro mais lido em Angola | Augusto Kengue Campos Livros Mais baixados | Quem é Augusto Kengue Campos | A História do Cristianosmo de Jesus e Maomé | The most written books ever | Download Book From Writer Augusto Kangue Campos augusto kengue campos angola luanda | Livros gratis de angolanos para ler | Qué o melhor | Livros de Angola | ANgolan Boks | Tag: Baixar Livro de Augusto Kengue Campos - Introdução a cultura, linguistica e Literatura Grátis, Download Livro de Augusto Kengue Campos Cultura, Linguistica e Literatura, Baixar Biografaia do Angolano Augustoo Kenegue Campos, Augusto Kengue Campos Vida e Obra do Autor Baixar, Baixar Livro sobre Cultura, Livro de Literatura e Linguistica Baixar Grátis, Baixar Manual de Esudos de Cultura angolana e Africana Mundial, Cultura e Literatura Angolana Baixar Livro Gratis, A Literatura angolana baixar, Lista de Escritores Angolanos 2015, Quem é Augusto Kengue Campos Baixar Livros de Autores Angolanos 2015. Biografia de Augusto Kengue Campos Angolanao escritor. Angolano que Fala 30 Línguas baixar Livro Grátis. Baixar Vídeo de Augusto Kengue Campos Angolano que Fala 30 Línguas. Africano que Fala 30 Línguas, Angolan Speaks 30 Languages, Angolanos inteligentes, SITE CANAL 82 Baixar Livros do Angolano Augusto Kengue Campos, O Livro Mais Lido em Angola, Augusto Kengue Campos, O Livro mais Baixar em 2015 de Augusto Kengue Campos Angolano que Fala 30 Línguas, Os Livros mais Vendidos em 2015 no Mundo Baixar Grátis. O Homem que fala 30 Línguas em Angola, Lista de Escritores de Moçambique, Cabo Verde Angola, Brasil, Portugal. Baixar Livros do Curso de Ciencias Sociais e Humanas, Faculdade Letras da Universidades de Angola, Universidades de Angola, Noticias de Angola, Angola Noticias de Angola. Historia da Literatura e Cultura e Linguistica Baixar Grátis, Baixar Apostilhas Cultura, Literatura e Linguistica. Baixar Músicas Angolanas 2015. Baixar Músicas de  Pedro King CKWA, C4 Pedro-King Ckwa - Baixar Disco Grátis - Download Free, As músicas mais tocadas em Angola 2014, 2015 Baixar Grátis. Os Livros Mais Baixados no Mundo e No Brasil e Em Portugal. Tag: Frases Bonitas de Motivação, Frases Amorosas, Frases de Motivação e Incentivo, Frases Bonitas para Mensagem e Telefone, Frases Bonitas Português, Frases do Escritor Augusto Kengue Campos A.k. Campos, Frases de Escritores angolanos, Escritores angolanos frases, Versos Bonitos em Portuges, Versos Bonitos em Portuges, Frases, Frases bonitas. Mensagens de Fim de ano, Mensagens amorosas, Mensagens amorosas, baixar Mensagens Bonitas, mensagens de Insentivi, Mensagens de Moticação. Mensagens Bonitas 2016,. 2017, 2018, 2019, 2020, Novas mensagens bonitas actualizadas, mensagens de escritores. Tag: Augusto Kengue Campos | O Mistério das Religiões Baixar Livro | Baixar Livro de Augusto Kengue Campos O Mistério das Religiõs | Livro Sobre Religião | A Batalha das Cruzadas | Baixar Livros Misteriosos | Download Book Free | O Que é e Religião |  Islamisco | Satanismo | Feiticismo | O As Mentiras da Biblia Sagrada | Lista de Suras e Capitulos do Alcorão | Baixar Biblia Sagrada Gratis | Baixatr Al Coã Gratis | Baixar A Torá Gratis | Bair Matéria RTeligiosa | Baixar Livros academicos gratis | Baixar Livros Gratis de Escritores angolanos | Escritores angolanos lista completa | Quem é Augusto Kangue Campos | Livros de Augusto Kengue Campos Baicxar Grátis | O livro mai misterioso do mundo | o livro mais lido em angola | Livros Gratis 2015 | O Livro mais lido em Angola | Augusto Kengue Campos Livros Mais baixados | Quem é Augusto Kengue Campos | A História do Cristianosmo de Jesus e Maomé | The most written books ever | Download Book From Writer Augusto Kangue Campos augusto kengue campos angola luanda | Livros gratis de angolanos para ler | Qué o melhor | Livros de Angola | ANgolan Boks | Tag: Baixar Livro de Augusto Kengue Campos - Introdução a cultura, linguistica e Literatura Grátis, Download Livro de Augusto Kengue Campos Cultura, Linguistica e Literatura, Baixar Biografaia do Angolano Augustoo Kenegue Campos, Augusto Kengue Campos Vida e Obra do Autor Baixar, Baixar Livro sobre Cultura, Livro de Literatura e Linguistica Baixar Grátis, Baixar Manual de Esudos de Cultura angolana e Africana Mundial, Cultura e Literatura Angolana Baixar Livro Gratis, A Literatura angolana baixar, Lista de Escritores Angolanos 2015, Quem é Augusto Kengue Campos Baixar Livros de Autores Angolanos 2015. Biografia de Augusto Kengue Campos Angolanao escritor. Angolano que Fala 30 Línguas baixar Livro Grátis. Baixar Vídeo de Augusto Kengue Campos Angolano que Fala 30 Línguas. Africano que Fala 30 Línguas, Angolan Speaks 30 Languages, Angolanos inteligentes, SITE CANAL 82 Baixar Livros do Angolano Augusto Kengue Campos, O Livro Mais Lido em Angola, Augusto Kengue Campos, O Livro mais Baixar em 2015 de Augusto Kengue Campos Angolano que Fala 30 Línguas, Os Livros mais Vendidos em 2015 no Mundo Baixar Grátis. O Homem que fala 30 Línguas em Angola, Lista de Escritores de Moçambique, Cabo Verde Angola, Brasil, Portugal. Baixar Livros do Curso de Ciencias Sociais e Humanas, Faculdade Letras da Universidades de Angola, Universidades de Angola, Noticias de Angola, Angola Noticias de Angola. Historia da Literatura e Cultura e Linguistica Baixar Grátis, Baixar Apostilhas Cultura, Literatura e Linguistica. Baixar Músicas Angolanas 2015. Baixar Músicas de  Pedro King CKWA, C4 Pedro-King Ckwa - Baixar Disco Grátis - Download Free, As músicas mais tocadas em Angola 2014, 2015 Baixar Grátis. Os Livros Mais Baixados no Mundo e No Brasil e Em Portugal. Poemas de Augusto Kengue Campos, poemas poesias de Augusto Kengue Campos, Poesias Poesia de Augusto Kengue Campos Poesia de Escritores angolanos, Poesias . Poesia de Escritores Lusofonos, Poesias 2017, Poemas de Angolanos e Portuguesss, melhores poemas em Lingua Portuguesa, Poesia de Angolanos em Lingua Portuguesa, Poesia de Escritores Angolanos Mellhores poesias de 2015, 2016, poesias de amor, poesias de insentio. Poesia de Escritores Lusofonos, Poesias 2017, Poemas de Angolanos e Portuguesss, melhores poemas em Lingua Portuguesa, Poesia de Angolanos em Lingua Portuguesa, Poesia de Escritores Angolanos Mellhores poesias de 2015, 2016, poesias de amor, poesias de insentivo. angola poesia, poesia e frases de angola africa, africa frases, reflexões e pensamentos africanos, pensadores africanos.  



AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES